Corrida para salvar o mascote da Copa 2014

O tatu-bola (Tolypeutes tricinctus), mascote da Copa do mundo de 2014, presente do Cerrado e da Caatinga, sofre com a perda de habitat e a caça. O animal, que já foi considerado extinto até os anos 90, hoje, está presente na lista de espécies vulneráveis.

Não há estimativa precisa da população de tatu-bola existente no Brasil. Entretanto, segundo informações de especialistas, houve uma redução de mais de 30% nos últimos dez anos. Grande parte dessa diminuição deve-se ao aumento das áreas ocupadas pelo homem, seja por meio da construção civil ou da expansão agrícola, sobretudo da soja e da cana-de-açúcar. Com todos esses aspectos, falta espaço para o animal, que tem grande dificuldade em se adaptar às mudanças e não sobrevive em meio a plantações e cidades.

A Associação da Caatinga, ONG que defendeu a candidatura do animal para mascote da copa, espera que o evento consiga trazer maior visibilidade e atenção para a realização de estudos e projetos de preservação da espécie. De acordo com o secretário-executivo da organização, o biólogo Rodrigo Castro, o evento vai permitir que a paixão nacional pelo futebol seja aliada à preocupação com o meio ambiente.

Poucas informações se têm sobre a espécie, que foi muito pouco estudada. O tatu-bola costuma se alimentar de formigas e tem hábitos solitários, além de precisar de bastante espaço, cerca de um quilometro quadrado para cada individuo. A cada ninhada a mãe tatu-bola pode ter apenas dois filhotes. Isso contribui para que a espécie fique constantemente na condição de vulnerabilidade.

Ambientalistas em rede
Informações: Revista Planeta Terra

Anúncios

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s