Interpol investiga tráfico de animais, caçada e extração ilegais

Nos ultimos 3 meses foram abatidos mais de 400 elefantes em Camarões e mais de 500 rinocerontes nos ultimos 18 meses na África do Sul, além do fato de a exploração ilegal de madeira representar 30% do desmatamento em todo mundo.

Para a Interpol, a caça clandestina e a extração ilegal, estão diretamente relacionados a uma grande rede de crime organizado. Segundo o diretor-executivo da Interpol, Bernd Rossbach, as evidência apontam cada vez mais para o fato de o crime ambiental ter conexões com outros tipos de quadrilhas.

Na última Conferência de Direito Ambiental, realizada em março na França, foi discutida a necessidade de maior fiscalização e a utilização de inteligência policial para ajudar na localização de traficantes e caçadores ilegais. Também no mês de março, ocorreu a maior operação contra a caça de elefantes para a extração de marfim, promovida pela Interpol. Agentes em 14 países africanos participaram da fiscalização de lojas e denunciaram comerciantes ilegais, inclusive os que atuam por meio da internet. A operação, chamada de Operação Dignidade, teve como objetivo desestruturar uma rede criminosa multimilionária e reprimir a crescente demanda de marfim, principalmente em países asiáticos, sobretudo a China.

A impunidade e o alto valor de mercado para os produtos de caça estão ligados à morte de centenas de animais. De acordo com o secretário-executivo da Convenção sobre Comércio de Espécies Ameaçadas, John Scanlon, o chifre de rinoceronte é mais valioso do que ouro. Na China, a demanda pelos chifres do Antílope Saiga é cada vez maior e sua caça continua feroz.

Na Amazônia, a flora também está ameaçada, assim como na Ásia. Por conta da extração ilegal de madeira, inúmeras espécies são colocadas em risco, ao serem impostas a mudança de habitat. Atualmente, restam apenas 10% da cobertura florestal original.

Ambientalistas em rede

Informações: Planeta Terra

Foto: Antílope Saiga

Anúncios

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s