As vantagens de uma casa container

O planeta está testemunhando a criação de um novo paradigma em nossas opções de consumo. Cada vez mais produtos ecologicamente corretos são consumidos em nosso cotidiano. Atualmente até a construção civil está se adaptando a esta tendencia. Projetos com telhados verdes e reaproveitamento de águas da chuva tem se multiplicado pelas cidades ao redor do mundo. Image

Infelizmente a maior procura por itens menis agressivos ambientalmente tem elevado o custo de tais produtos no mercado. Por exemplo, no Brasil, aproveitar contêineres para a construção de casas ainda não é comum, no entanto a procura pelo material nos últimos dois anos fez o preço dos contêineres reciclados subir de R$ 3 mil para R$ 6 mil.

Embora tenha se tornado mais custoso a construção de residencias ecologicamente corretas, a iniciativa é brilhante. Reaproveitar containers para a construção de residencias tem se tornado mais simples (e mais confortável) com o desenvolvimento de  novas tecnologias.

Image

Image

Segundo informações do blog “Arquitetura Sustentável”, a arquiteta Lívia Ferraro estudou e apresentou um projeto de casa-contêiner na faculdade. Após o término das aulas, ela resolveu investir em uma empresa pela qual já criou dez casas com os módulos. Localizado em Florianópolis, o negócio investe em inovação arquitetônica. “Nós já fizemos desde casas compactas, de dois contêineres, até residências de 250 metros quadrados. Costumamos dizer que é como brincar de lego. Só precisamos descobrir novas maneiras de ir encaixando as pecinhas”.

Image

O arquiteto paulista Danilo Corbas também tem buscado a especialização neste tema. Em 2011, com quatro contêineres marítimos, ele construiu sua própria casa. Hoje o espaço está aberto para visitação.

Image

Eis algumas vantagens da utilização de contêineres em um projeto de arquitetura:

Reutilização de materiais para estrutura da casa: o projeto utiliza containers marítimos em desuso, aproveitando material nobre descartado. Economia de recursos naturais que não foram utilizados na construção da casa: areia, tijolo, cimento, água, ferro etc. Isso gera uma obra mais limpa, com redução de entulho e de outros materiais.

Respeito ao perfil do terreno: mais economia e rapidez na terraplanagem. Em apenas um dia, os serviços de terraplanagem e limpeza do terreno foram totalmente executados.

Image

Impermeabilização máxima de 15% do terreno preserva o solo e lençol freático: o projeto respeita ao máximo o relevo natural do terreno, evitando interferências no solo e no lençol freático. Mais de 85% do terreno fica permeável, contribuindo para absorção da água das chuvas.

Preservação das árvores no terreno e projeto paisagístico para ajudar no sombreamento da construção e amenizar o calor excessivo.

Reuso de água da chuva: Será captada pelo telhado, armazenada e filtrada em reservatório próprio, para uso na irrigação do jardim, limpeza externa, lavagem de carro e máquina de lavar roupa.

Ventilação cruzada nos ambientes: Serão utilizadas janelas e aberturas para evitar o uso de ar condicionado, um dos grandes consumidores de energia elétrica.

Uso de lã de PET: isolante térmico feito à base de garrafas PET que recebeu o prêmio “Planeta Casa 2010” na categoria materiais de construção.

Sistema misto de aquecimento solar/gás.

Image

Uso de salamandra para aquecimento do pavimento inferior com aproveitamento do duto da chaminé para aquecer o dormitório superior.

Image

Fonte: Arquitetura Sustentável (http://arqsustentavel.wordpress.com)

Anúncios

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s