Absurdos da Rio+20: muro de UPP é derrubado para prefeito de Nova York ver a Baía de Guanabara

A visita do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, à Unidade de Polícia Pacificadora do Chapéu-Mangueira/Babilônia, nesta terça-feira (19), fez com que a Prefeitura do Rio de Janeiro providenciasse, ontem, a derrubada de um muro em uma localidade conhecida como Rodinha, em um dos acessos às favelas da zona sul da cidade. O motivo? A autoridade americana irá ao local para ter uma visão panorâmica da Baía de Guanabara.

Image

O improviso do Executivo carioca se deve ao fato de que os morros da Babilônia e do Chapéu-Mangueira foram transformados em verdadeiros canteiros de obras desde maio de 2011, quando se iniciou um projeto de reestruturação urbana nessas comunidades –cada qual projetada para ganhar um selo atribuído pela Caixa Econômica Federal a iniciativas sustentáveis.

Operários continuavam nesta manhã a realizar os últimos reparos antes da chegada da comitiva americana –prevista para 13h de hoje. Em menos de 24 horas, a parte superior da ladeira Ari Barroso foi praticamente toda asfaltada, e os muros que exibiam pichações alusivas ao tráfico de drogas foram pintados.

Image

Acima do portão de uma casa, a reportagem do UOL flagrou funcionários da Secretaria Municipal de Habitação correndo para retirar uma placa metálica que continha a inscrição “Ozama” — uma referência ao nome do ex-líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden.

Fonte: Uol

Anúncios

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s