Santiago tem um milhão de novos ciclistas em seis anos

Como ainda ocorre em muitos países, inclusive no Brasil, o carro além de uma necessidade representava “status” para os chilenos. Como sinônimo de sucesso, o automóvel é para muitos uma conquista. Entretanto, esse comportamento mudou e hoje o próprio governo do Chile tem sido forçado a buscar novas soluções para o trânsito de Santiago, capital do país.

Image

O aumento se deu em apenas seis anos devido a uma mudança cultural, que foi sendo aos poucos incutida na população.

“A cultura da bicicleta tem um papel muito importante para transformar uma sociedade individualista e promover o associativismo. O que mudou foi a percepção social da sociedade em relação à bicicleta. É preciso mudar as ideias para mudar o mundo”, afirmou Amarilis Horta Tricallotis, diretora do Centro de Bicicultura.

Atualmente, as tarifas de transporte público estão mais caras na capital chilena, o tempo de viagem é mais curto e a consciência ecológica aumentou. Tudo isso tem motivado o aumento de ciclistas.

De acordo com o governo, na região metropolitana de Santiago há cerca de 550 km de pistas reservados aos ciclistas. No entanto, associações de ciclistas e usuários afirmam que este número não condiz com as vias que realmente podem ser trafegadas, já que algumas não se conectam, outras não cumprem padrões de segurança e ainda há muitas que servem apenas para um passeio recreativo.

Uma empresa de consultoria chilena estimou que em uma das ciclovias mais transitadas, entre às 8h e 9h, passam 180 ciclistas por hora. Este aumento foi inesperado para o governo chileno, porém as autoridades afirmam que há projetos para melhorar as vias.

“Achamos que a adaptação da cidade respeita o aumento do uso da bicicleta. Não iremos só construir ciclovias, mas precisamos de planos de segurança, normas e programas de educação”, diz Rodrigo Henríquez, funcionário do Ministério de Transportes e Telecomunicações chileno.

Ao invés de esperar o incentivo governamental, os próprios chilenos buscaram suas alternativas sustentáveis. Dessa forma, agora lutam para que o uso da bike seja facilitado através da implementação de mais e melhores vias transitáveis.

Fonte: ciclovivo, Com informações do Ir e vir de bike.

Anúncios

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s