Educação Ambiental, uma questão de exemplo

Todos os dias acompanhamos os noticiários informando sobre as catástrofes causadas pelas chuvas. Ficamos indignados, mas muitas vezes esquecemos que somos culpados por essas catástrofes, pois o lixo que entope nossos bueiros pode ter saído de nossas casas. O simples gesto de separar o lixo e encaminhá-lo para a coleta seletiva poderia minimizar muitos problemas causados a natureza.

lixo

Muitas pessoas acreditam que jogam o lixo fora. Mas fora de onde? Ele sai da sua casa e vai para algum lugar, já pensou nisto? Não tem como jogar o lixo para fora do planeta terra. Além disso, a maioria do lixo tem uma vida útil muito maior que a nossa própria vida. Então temos o prazer momentâneo quando consumimos um determinado produto, mas o mesmo ficará em nosso planeta por séculos. Será que essa analise é feita por cada consumidor?

A educação de nossos filhos deve começar dentro de casa, orientando, por exemplo, a separar o lixo doméstico. Nas escolas esse exemplo deve ser seguido e todo lixo gerado deve sim ser encaminhado para a coleta seletiva. Parece difícil fazer a separação do lixo, mas não é.

Devemos separar o lixo seco do molhado, ou seja, plástico, alumínio, vidro, papel são considerados lixos secos e devem ser encaminhados para a reciclagem. Os restos de alimentos, por exemplo, pode ser separado para a compostagem ou descartado no lixo comum. O lixo do banheiro é um lixo contaminado então não pode ser misturado nunca com outros tipos de lixo e deve ser encaminhado para a coleta comum.

lixo.seco.molhado

Viram como é fácil. Muitas pessoas falam que não tem a coleta seletiva na porta de casa, mas isso não precisa impedir que a separação seja feita.  É só buscar um ponto de coleta mais próximo da sua casa. Com essa simples atitude você estará ajudando a salvar o nosso planeta terra.

Mas reciclar não é a solução e sim parte dela. A reciclagem é o Quinto R, que é composto de:

1 – Recusar, ou seja, não comprar produtos que agridam o planeta ou dizer não às promoções que incentivam o consumo exagerado.

2 – Repensar, ou seja, pensar antes de comprar, verificar se é realmente necessário o produto que irá consumir.

3 – Reduzir, ou seja, comprar realmente o que for necessário.

4- Reutilizar, buscar novas formas de utilizar um produto. Use a criatividade.

5 – Reciclar, ou seja, separar o que pode ser reciclado e enviar para a coleta seletiva.

Educação ambiental é um assunto importante para todas as idades, e o exemplo faz toda a diferença para nossos filhos.

Comece hoje mesmo a praticar os 5`Rs e vamos juntos salvar o nosso planeta.

Foto.Patricia

  

 

Patrícia França

Formada em Administração (PUC/MG) e Pós-graduada em Gestão estratégica de RH(ITOP/TO). É colunista de Educação Ambiental do Ambientalistas em Rede e autora do livro A turma do bebê eco no combate ao aquecimento global, além de idealizadora do projeto de educação ambiental Projeto Bebê Eco.

Anúncios

6 Respostas para “Educação Ambiental, uma questão de exemplo

  1. Patricia sempre com o texto claro e objetivo.É engraçado como “sabemos” de tudo isso e criamos desculpas para deixar o que deve ser feito hoje para depois…Com as crianças é diferente, depois que eles aprendem o que devem fazer dificilmente aceitam um posicionamento diferente. Com meu filho fo
    i assim, vai jogar um produto reciclavel no lixo comum para vc ver…

    • Fernanda, você tem toda a razão, por isso a base do meu trabalho é a educação de crianças pequenas de 2 a 10 anos, acredito que formando os pequenos na base, essa educação ambiental ficará para a vida toda. Além do mais eles combram dos adultos, isso é muito bom….

  2. ei Patricia! saudações, parabens pelas iniciativas! Li post do Nossa BH no facebook e lá na arte “Separe o lixo” informa que devemos amassar o reciclavel/reaproveitavel. Como já li em outros lugares que devemos dobrar e evitar de amassar, gostaria que, se possível, você “falasse” um pouco mais sobre isso…é apenas uma sugestão, mas acho que vc tem conhecimento de causa para abordar esse detalhe… que deve fazer a diferença…ou não! abraço ecológico,

    • Mariana Barros, acredito que o que foi mencionado para amassar são garrafas pet, latinhas de aluminio ou caixas de leite, isso facilita na hora de armazenar, pois diminui o volume, já o papel não deve ser amassado, mas é claro dentro do possivel. Mas irei pesquisar mais sobre o assunto e darei mais orientações em um proximo texto. Obrigada pela sugestão de matéria.

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s