Aprenda a fazer sua própria horta de tomates

AR- Tomates 2

Mais do que apenas mais um passo a passo para plantio de hortas, a intenção dessa vez é incentivar o “Faça você mesmo” e depender menos dos produtos comercializados  e seus preços absurdos. O preço do tomate já subiu mais de 150% e deixa o consumidor em um impasse, onde por muitas vezes deixa de consumir o alimento. Isso não pode acontecer!

Quer cultivar seus próprios tomates? Então mãos a obra:

O tomate é um vegetal versátil e muito rico e saborosa alimento. Pode ser consumido cru, em saladas ou acompanhados de queiros e outros ingredientes. Existem quatro espécies de tomates. Escolha a de sua preferência:

O tomate coração de boi é o mais comum. Grande e liso, é o melhor para receitas cruas, pois é muito carnudo e tem poucas sementes. Demora entre 60 e 90 dias para dar frutos.

O tomate redondo, embora um pouco menor que o comum, é muito apreciado e igualmente suculento. Demora entre 70 e 80 dias para dar frutos.

O tomate chucha é aquele que tem um formato mais comprido e oblongo. Tem um sabor menos ácido que a maioria dos tomates redondos e possui menos água e menos sementes, sendo ideal para molhos. Demora cerca de 75 dias para dar frutos.

O tomate cereja é aquele pequenino. Ele tem um sabor mais doce que os outros e é perfeito para aperitivos e saladas, podendo ser consumido inteiro. Demora entre 65 e 70 dias para dar frutos.

Pronto, agora que já escolheu, pode começar a cultivar.

tipos-de-tomate-375x333

Como semear?

Esses vegetais podem ser adquiridos em forma de sementes ou mudas.

Se optar por mudas, certifique-se de que as raízes sejam brancas, que a planta não tenha flor e nem mais de 10 cm de altura. É bom também que possua folhas bem verdes (nunca amareladas!), de aspeto jovem e saudável. Os tomateiros podem ser plantados no jardim ou horta, numa cova funda, ou mesmo em vasos {para quem tem pouco espaço}. Mas o vaso precisa ser suficientemente largo para acomodar, de maneira espaçosa, suas raízes, ok?!

Se optar por sementes, é recomendável que sejam semeadas no início da primavera e, de preferência, em local coberto. Quando os tomateiros atingirem uma altura de cerca de 10 cm, devem ser colocados em vasos ou covas individuais e devem também ser podados, para fortificar a planta e promover o seu crescimento.

Na horta, os tomates podem ser cultivados junto a alho, alface, rabanete, couve, aipo, espinafre e todos os tipos de ervas aromáticas. Mas evite plantá-los junto a batatas.

062-267x375

Dicas para um bom cultivo

Para um cultivo de tomates bem-sucedido, o solo deve ser solto e fértil, preparado com adubo ou estrume antes da plantação. Recomenda-se ainda a aplicação frequente de fertilizantes durante o período de crescimento dos tomateiros, que necessitam de um espaço com muito sol, mas não calor excessivo, e precisam ser protegidos da força do vento.

Quando a planta já tiver quatro ramos com flores, deve-se cortar a parte superior do caule principal para impulsionar o amadurecimento dos frutos. Além disso, deve-se eliminar também todos os pequenos gomos que se formam entre as folhas quando esses apresentarem um comprimento de 2 cm. À medida que o tomateiro vai crescendo e dando frutos, é importante atá-lo a uma estaca apropriada à sua altura, para que ele não vergue com o peso dos tomates.

Em termos de rega, precisam de água em abundância, principalmente na zona das raízes, que deve estar sempre úmida.

091-305x375

Hora de colher..

Os frutos nascem entre o início do verão e o final do outono e podem ser colhidos sempre que se apresentarem vermelhos e amadurecidos. Para tirar os tomates sem danificar os caules do tomateiro, segure-os com a mão e apenas gire-os até que se soltem dos seus ramos.

Em tempos mais frios, recomenda-se a retirada de todos os tomates, que podem ser colocados dentro de casa, no peitoril da janela, por exemplo, onde acabarão de amadurecer.

101-274x375

Principais problemas e como evitá-los

Como qualquer espécie cultivada no jardim, os tomates também podem ser alvos de algumas doenças ou outros problemas. Veja abaixo os mais corriqueiros e saiba como evitá-los (ou resolvê-los):

•    Podridão: quando os tomates apresentam extremidades castanhas e rijas, podem estar sentindo falta de água e/ou cálcio.

•    Buracos: se o problema é este, é possível que estejam com lagartas-do-tomate, que devem ser imediatamente eliminadas.

•    Míldio: é uma doença muito comum que confere um aspeto castanho às folhas e também escurece os caules. Nesse caso, é importante remover todas as áreas afetadas da planta. Se pretende plantar mais tomateiros, recomenda-se que faça isso em outro local para que não sejam afetados.

•    Pele rasgada ou deformações: são sintomas bem habituais que, embora afetem o aspecto dos tomates, não influenciam no sabor.  A pele rasgada é apenas uma conseqüência da falta de água, e as deformações estão relacionadas às alterações bruscas de temperaturas. Lembre-se: os tomateiros precisam ser regados regularmente e necessitam de proteção contra temperaturas demasiadas (alta ou baixa) e ventos muitos fortes!

12-325x375

Saiba também como cultivar alface e outros alimentos no site Jardinaria.

Anúncios

3 Respostas para “Aprenda a fazer sua própria horta de tomates

  1. Pingback: Cebola passa o tomate e sobe 21% em março | Ambientalistas em rede·

  2. Boa tarde, estou tentando plantar tomates mas os pês ficaram cheios de pulgão e quando esses começaram a sumir surgiram uns bichinhos brancos que voam quando sacudimos o galho. Estou desesperada, o que devo fazer ???

Sua opinião é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s